Porque ‘Dragon Ball Fighter Z’ é o primeiro jogo de luta da franquia que vale a pena jogar

COMPARTILHE AGORA!

InícioEntretenimentoPorque ‘Dragon Ball Fighter Z’ é o primeiro jogo de luta da franquia que vale a pena jogar
- Publicidade -

Os jogos de luta de ‘Dragon Ball’ foram lançados de forma constante ao longo das últimas duas décadas, mas nenhum obteve o sucesso de ‘Dragon Ball Fighter Z’ da Arc System Works. Um jogo de luta 2D, e foi anunciado recentemente a entrada de ‘Dragon Ball Fighter Z’ no maior torneio de jogos de luta. ‘Dragon Ball Fighter Z’ é um jogo sólido de competição, com grandes chances de se juntar a lista de favoritos, como ‘Street Fighter’ e ‘Tekken’.

Até agora, os jogos de luta tradicionais de ‘Dragon Ball’ sempre levaram em conta a tradição da série, com desenvolvedores criando produtos que capturam claramente aspectos da franquia, mas não necessariamente aspectos que fazem um bom jogo de luta.

O jogo ‘Budokai’ (2002-2004) foi o primeiro jogo de luta 3D do ‘Dragon Ball’ a ser lançado oficialmente na América e capturou a alma do anime em termos de jogo, como ninguém antes. A popularidade desta série de jogos subiu de volta no Oeste graças a ‘Toonami’, e foi então que ‘Dragon Ball Z’ voltou ao pico de sucesso. A trilogia ganhou o título de ‘Greatest Hits’ para o PlayStation 2 e apresentou as vozes do anime em inglês pela primeira vez. A série incluía cenas da história original, transformações no jogo e lutas. E recentemente foi feito um remake em HD desta série de jogos.

- Publicidade -

‘Dragon Ball’ produziu grandes experiências em jogos, mas nada que fosse realmente um jogo de luta respeitável 

Também foram introduzidos aspectos muito importantes em cada título de ‘Dragon Ball’, como ambientes destrutivos e acabamentos cinematográficos. Apesar de suas muitas distinções, o jogo não foi levado a sério no cenário competitivo. Então, enquanto a série produzia excelentes experiências de ‘Dragon Ball’, nada foi como criar um jogo de luta respeitável.

Após ‘Budokai’ foi a vez da série de jogos ‘Tenkaichi’ (2005-2011), que levou o que funcionou de ‘Budokai’ e adicionou uma lista melhorada com gráficos atualizados e um novo estilo de jogo, “arena fighter”. No entanto, ao contrário da série, o jogo foi excessivamente complexo.

A mais recente série de jogos, ‘Xenoverse’ (2015-2016), ofereceu a capacidade de criar seu próprio personagem pela primeira vez, uma característica em que os fãs estavam desejando desde o primeiro lançamento de ‘Dragon Ball Online’ . Ele também oferece uma excelente campanha de jogo, com enredo diferente dos outros jogos.

Para este ano, temos ‘Dragon Ball Fighter Z’ que opta por uma versão 2D em vez de 3D, com controles de 6 botões construídos com um mecanismo de jogo de combate da ‘Arc System Works’. Esses elementos em conjunto permitem a mecânica de um lutador comum, como mix-ups, combos de ar e um componente de 3v3 tag-in.

Enquanto as versões passadas não conseguiram encontrar o equilíbrio entre simplicidade e complexidade na interface de controle, ‘Dragon Ball Fighter Z’ atinge o ponto certo.

O jogo é fácil de jogar devido aos seus controles simples, implementando a mecânica universal para todos os personagens, combos de um botão e um agudo ataque anti-aéreo. Mas, enquanto as versões anteriores não conseguiram encontrar o equilíbrio entre simplicidade e complexidade na interface de controle, ‘Dragon Ball Fighter Z’ atinge o ponto certo.

Ao contrário dos títulos anteriores, todos os personagens têm seu estilo de jogo único. O interesse de ‘Dragon Ball Fighter Z’ na comunidade de jogos de luta fez novos fãs da franquia ‘Dragon Ball’ como um todo.

Descubra mais detalhes do jogo no vídeo abaixo, infelizmente o vídeo só está disponível no idioma original.

- Publicidade -

COMPARTILHE AGORA!

Html code here! Replace this with any non empty raw html code and that's it.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS