Khadija Shaw, craque da seleção jamaicana feminina perdeu três membros da sua família para o crime

Khadija Shaw

Khadija Monifa “Bunny” Shaw, 22 anos, atual jogadora da seleção jamaicana de futebol, é um exemplo de determinação e luta. Bunny – que em português significa coelho – foi a única de sua família, até o momento, a ter um diploma de ensino superior.  Em sua trajetória, ela passou por muitos momentos difíceis, chegando a perder três membros de sua família para o crime organizado. 

Shaw atualmente estuda Comunicação Social na Universidade de Tennessee, onde também representa o time de futebol feminino do Tennessee Volunteers Athletics. Em uma entrevista ao Globo Esporte, a atleta contou que uma de suas maiores dificuldades foi a falta de oportunidade. Ela também relatou que jogava futebol desde criança, no entanto, sua mãe não acreditava que o esporte a levaria a algum lugar, e hoje, a jovem de apenas 22 anos é uma das craques da seleção jamaicana.

Publicidade

Bunny foi uma das responsáveis por levar o time a Copa do Mundo Feminina pela primeira vez. 

VEJA EM MAIS NOTÍCIAS: Portal RAP+ rebate críticas feitas por Raffa Moreira no Twitter