Com colete à prova de balas, Kanye West chora ao falar sobre aborto em comício

COMPARTILHE AGORA!

- Publicidade -

Após o site The Intelligencer ter anunciado que Kanye West havia desistido de concorrer à presidência dos Estados Unidos, o rapper provou o contrário comparecendo com colete à prova de balas ao seu primeiro comício no último domingo (19) em North Charleston, na Carolina do Sul. Kanye falou sobre diversos assuntos como aborto e escravidão em um discurso desconexo e polêmico.

Durante o discurso que está circulando pelas redes sociais, Kanye convida o público a subir ao palco para fazer perguntas e falar sobre alguns tópicos. De acordo com a Billboard a maioria das pessoas que estavam no local usavam máscaras, mas não respeitavam o distanciamento social.

Kanye West revelou enquanto falava sobre aborto que ele e Kim Kardashian pensaram nessa possibilidade na primeira gravidez, além disso, o empresário chorou ao contar que seu pai queria que ele não nascesse.

- Publicidade -

“Meu pai queria que minha mãe me abortasse. Minha mãe salvou minha vida. Não haveria Kanye West, porque meu pai estava muito ocupado”, disse o cantor.

O rapper também comentou sobre a escravidão dizendo que a abolicionista americana “Harriet Tubman nunca libertou realmente os escravos, ela apenas fez os escravos trabalharem para outros brancos”.

West também foi questionado sobre seu apoio à comunidade LGBTQIA+, e sobre seu pensamento cristão em relação à homossexualidade. “Jesus ama a todos. Ele não discrimina ninguém”, respondeu.

Assista ao comício completo abaixo.

- Publicidade -

COMPARTILHE AGORA!

Simony Maiahttps://www.thehypestuff.com/
Estudante de jornalismo. Apaixonada pela cultura urbana e fotografia.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS