Macaulay Culkin fala sobre sua infância com Michael Jackson após documentário que fala sobre supostos abusos cometidos pelo cantor

COMPARTILHE AGORA!

- Publicidade -

Em uma entrevista para a revista Esquire, a qual Macaulay Culkin foi capa, está escrito que “Michael Jackson era o colega de escola que Culkin nunca teve”.

A amizade entre os dois começou quando Michael procurou Culkin depois que ele estrelou Esqueceram de Mim, e na época o ator tinha apenas 10 anos e seu relacionamento com o cantor foi colocado em exame após a exibição do documentário Leaving Neverland, da HBO, que compartilhou testemunhos alegando que Michael Jackson molestou dois menores de idade no final dos anos 80 e início dos anos 90. Em sua entrevista na Esquire, Culkin encerra qualquer suspeita de que ele possa ter sido vítima de abusos.

“Olha”, disse Culkin. “Vou começar com a linha, não é uma linha, é a verdade: ele nunca fez nada comigo. Eu nunca o vi fazer nada. E, especialmente, neste ponto de inflamação no tempo, eu não teria motivos para segurar nada. O cara faleceu. Se alguma coisa – eu não vou dizer que seria estiloso ou algo assim, mas agora é um bom momento para falar. E se eu tivesse algo para falar, eu o faria totalmente. Mas não, eu nunca vi nada; ele nunca fez nada.”

- Publicidade -

Macauley Culkin então compartilhou uma história de quando o ator James Franco o questionou sobre Leaving Neverland durante um encontro casual.

“Aqui está uma boa história de Michael Jackson que não envolve Michael Jackson: encontrei James Franco em um avião. Eu esbarrei nele duas ou três vezes ao longo dos anos. Dou-lhe um aceno de cabeça enquanto colocamos nossas malas no alto. Ei, como vai? Bom, como vai? E foi logo após o lançamento do documentário Leaving Neverland , e ele disse: ‘Então, esse documentário!’ E foi tudo o que ele disse. Eu estava tipo, ‘Uh-huh.’ Silêncio. Então ele diz: ‘Então, o que você acha?’ E eu virei para ele e disse: ‘Você quer falar sobre seu amigo morto?’ E ele timidamente disse: ‘Não, eu não’. Então eu disse: ‘Legal, cara, foi bom ver você.’ ”

- Publicidade -

COMPARTILHE AGORA!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS