Drake foi repreendido pela NBA por falar palavrão durante o jogo do Cleveland Cavaliers contra o Toronto Raptors

Drake
Nov 2, 2014; Miami, FL, USA; Drake in attendance at a game between the Toronto Raptors and Miami Heat in the second half at American Airlines Arena. The Heat won107-102. Mandatory Credit: Robert Mayer-USA TODAY Sports

Na última terça-feira, Drake teve uma noite bem agitada, assistindo ao jogo do Cleveland Cavaliers contra o Toronto Raptors, seu time do coração.

Em entrevista à ESPN, Kendrick Perkins disse que estava brincando com seu ex-companheiro de equipe Serge Ibaka, quando foi interrompido por Drake. “Eu estava conversando com o meu antigo colega de equipe, Serge, quando estávamos entrando no intervalo, dizendo a ele: “Estamos prestes a vencer este jogo”, e Drake veio falar comigo”, explicou Kendrick.

De acordo com vários mecanismos de comunicação, Drake e Perkins começaram a discutir no intervalo do jogo e a briga se intensificou rapidamente. Segundo o jornalista esportivo Bruce Artjur, Drake supostamente havia chamado Perkins de “buceta de merda”. Arthur disse que Drake parecia irritado. O jogador da NBA, José Calderón, também tentou conter Drizzy.

“No final do dia, não é sobre Perkins vs Drake; isso não é certo”, disse Perkins em uma citação. “É Cleveland Cavaliers contra o Toronto Raptors. Além disso, o que ele poderia fazer comigo? Quero dizer, se ele me deixar em paz, eu também vou deixa-lo em paz.”

Ainda não há mais detalhes sobre o incidente, mas a NBA emitiu um aviso. Kiki Vandeweghr – vice presidente executivo de operações da NBA – discutiu “o uso de má linguagem” com o presidente do Raptors, Masai Ujiri. O USA Today acrescetou que a equipe falou com Drake sobre o assunto, e o repreendeu por sua má conduta.