Empresário de A$AP Rocky tem o quarto revistado por polícia sueca

A$AP Rocky

Na manhã de sexta-feira (12 de julho), o empresário de longa data de A$AP Rocky, John Ehmann, teve seu quarto de hotel revirado depois que ele recebeu um mandado de busca em Estocolmo, de acordo com a Fox News.

Pouco antes das 8 da manhã, hora local, Ehmann foi acordado por quatro policiais suecos que alegaram ter um mandado de busca. Durante a revista, os policiais supostamente capturaram o celular do empresário e pediram sua senha para que pudessem examinar o conteúdo.

Publicidade

 

Ver essa foto no Instagram

 

Wild For The Night

Uma publicação compartilhada por johnehmann (@johnehmann) em

Ehmann “ficou completamente surpreso” e “não tinha ideia do que se tratava”, segundo uma fonte. A defesa de Rocky acredita que isso poderia ser uma retaliação pela petição on-line #JusticeForRocky, que recebeu mais de 575.000 assinaturas.

Ehmann está na Suécia desde antes de Rocky ser detido após a briga de rua, mas não estava nem perto do local onde ocorreu o incidente.

Na sexta-feira, a Promotoria sueca lançou uma investigação preliminar sobre os homens suecos que assediaram e atacaram Rocky durante a briga de rua em Estocolmo. Eles são suspeitos de abuso sexual e assalto.

O rapper do Harlem está programado para ficar na prisão até dia 19 de julho. Nesse ponto, a acusação deve decidir se deve desistir do caso ou solicitar um período mais longo de detenção para finalizar uma investigação.

VEJA EM MAIS NOTÍCIAS: Lil Nas X liberou um remix de “Old Town Road” com Young Thug e Mason Ramsey, ouça aqui