Lil Pump é um homem livre novamente. O portal TMZ confirmou que o rapper foi libertado da prisão dinamarquesa ontem (5 de dezembro) depois de ter sido preso com sua equipe em Copenhague, na Dinamarca, no início desta semana. Depois de passar apenas um dia na cadeia, o rapper de “Gucci Gang” e sua equipe foram liberados, e obrigados a pagar uma multa e foram convidados a deixar o país imediatamente.

Pump e sua equipe estavam em Copenhague quando a polícia local os flagrou com algo ilegal, o que no final acabou sendo maconha. Eles foram todos detidos, mas foram mantidos por mais tempo do que o esperado depois que interprete do hit de “I love it” transmitiu ao vivo toda a situação e mostrou o dedo do meio para os policiais que os prenderam.

O rapper acabou pagando cerca de US$ 700 a US$ 800 antes de ele e sua equipe serem libertados. O TMZ relata que a Pump seguiu exatamente as ordens, e deixou o país para Oslo para subir ao palco em seu próximo show e continuar sua turnê pela Europa.

Antes de sua passagem de 24 horas na prisão dinamarquesa, a Lil Pump se esquivou de um ataque enquanto estava no palco em Nottingham, Reino Unido. Em um video do TMZ, o artista parece estar sentado nos ombros de uma de seus seguranças enquanto toca a faixa “D-rose ”  e diz “perto do fim”, Pump vira para o lado quando a fumaça aparece aleatoriamente e obscurece sua visão. Mais tarde, Pump parece perplexo antes do video ser cortado, mas acaba compensando ao se apresentar em cima de um ônibus depois que o local foi evacuado.

Assista o video da live de Lil Pump com a polícia dinamarquesa que acabou o levando para a prisão: