Tekashi69 se declara culpado de nove acusações

Tekashi69

Tekashi69 fez um acordo com os policiais, se declarando culpado de nove acusações, de acordo com o TMZ.

Tekashi entrou com o pedido em 23 de janeiro, se declarando culpado das acusações. Ele lidou com múltiplas acusações de extorsão, conspiração, infensas, posse ilegal de armas e narcotráfico.

Publicidade

O rapper foi inicialmente indiciado em novembro, e estava enfrentando a possibilidade de prisão perpétua. Não está claro qual a sentença que ele enfrentará agora depois de se declarar culpado.

De acordo com documentos federais que acabaram de ser revelados nesta semana e obtidos pela TMZ, 6ix9ine estava envolvido no trato com heroína, fentanil, ecstasy, anfetaminas e maconha.

De acordo com o TMZ, na audiência da semana passada, o rapper falou sobre como se envolveu com os crimes.

Ele declarou que ingressou no Nine Trey Bloods no outono de 2017 e admitiu que ajudou membros da gangue a matar um rival para aumentar a sua posição no grupo. Além disso, ele também revelou que em 3 de abril, ele e outros membros roubaram um rival sob a mira de uma arma.

Tekashi também disse que estava no tiroteio no hotel de Chief Keef. “Eu paguei uma pessoa para atirar em um membro rival do Nine Trey para asssustá-lo. O tiroteio aconteceu em Manhattan. Eu fiz isso para manter ou aumentar a minha posição no Nine Trey”.

Tekashi também admitiu ter vendido um quilo de heroína em 2017 – e fez um pedido de desculpas por todos os seus crimes, dizendo: “Peço desculpas à Corte, a qualquer um que tenha sido ferido, à minha família, amigos e fãs pelo que tenho feito e quem eu decepcionei “.

Com base no que sabemos, Tekashi fez um acordo judicial que aumentará a probabilidade de uma redução significativa da sentença em troca de cooperação contínua. Embora a sentença mínima seja de 47 anos, a forma como normalmente funciona é que a acusação pedirá significativamente menos, que é seu incentivo para continuar contando tudo.

Apesar de estar confessando tudo, Tekashi corre o risco de alguém tentar silência-lo.