Starbucks estará fechando todas as suas lojas em 29 de maio

121
Starbucks

O Starbucks fechará todas as suas lojas nos Estados Unidos por um período de meio dia. O fechamento ocorrerá durante a tarde de terça-feira, 29 de maio. Em um comunicado oficial, a Starbucks compartilhou a seguinte explicação:

“A Starbucks Coffee Company anunciou hoje que estará fechando mais de 8.000 lojas nos Estados Unidos na tarde de 29 de maio para conduzir uma educação sobre preconceito racial, voltada para prevenir a discriminação em nossas lojas. O treinamento será oferecido a quase 175.000 funcionários em todo o país e fará parte do processo de integração de novos funcionários.” 

“Passei os últimos dias na Filadélfia com minha equipe de liderança ouvindo a comunidade, aprendendo o que fizemos de errado e os passos que precisamos dar para consertá-la’, disse o CEO da Starbucks, Kevin Johnson. “Embora isso não seja limitado à Starbucks, estamos comprometidos em fazer parte da solução. Fechar nossas lojas para treinamento contra o preconceito racial é apenas um passo em uma jornada que exige dedicação de todos os níveis de nossa empresa.”

Todas as lojas e escritórios corporativos da Starbucks serão fechados na tarde de terça-feira, 29 de maio. Durante este período, os parceiros passarão por um programa de treinamento para lidar com preconceitos implícitos, promover inclusão consciente, evitar discriminação e garantir que todos se sintam seguros e bem vindos nas lojas Starbucks.

“Os valores da empresa são baseados na humanidade e na inclusão”, disse o presidente executivo Howard Schultz, que se uniu à Johnson e a outros líderes seniores da Starbucks. “Aprenderemos com nossos erros e reafirmaremos o nosso compromisso de criar um ambiente seguro para todos os clientes”.

O currículo será desenvolvido com orientação de vários especialistas nacionais que enfrentam o preconceito racial, incluindo Bryan Stevenson, fundador e diretor executivo do Fundo de Defesa Legal e Educação da NAACP. Heather McGhee, presidente da Demos; ex-procurador geral dos EUA, Eric Holder; e Jonathan Greenblatt, CEO da Liga Anti-Difamação. A Starbucks envolverá esses especialistas no monitoramento e na análise da eficácia das medidas que adotamos.

No início desta semana, a Starbucks iniciou uma revisão de seus treinamentos e práticas para fazer reformas importantes onde é necessário, para garantir que nossas lojas sempre representem nossa Missão e Valor, fornecendo sempre um ambiente seguro e incluso para nossos clientes e parceiros.

Uma vez concluída, a empresa disponibilizará os materiais educacionais para outras empresas, incluindo nossos parceiros licenciados, para uso com seus funcionários.

Em mais notícias, assista aqui ao clipe ‘Nicole’ de Choice e Xamã.